Mulheres contra a reforma da previdência fazem intervenção na praça do mercado hoje

17191471_1040675239365410_5905856206294782930_n

Desde 2013, quando o prédio Rana Plaza, em Bangladesh, desmoronou ferindo e matando mais de mil mulheres que lá trabalhavam em condições muito precárias, o 24 de abril é, para a Marcha Mundial das Mulheres, o dia internacional de enfrentamento à ofensiva do capitalismo sobre os corpos e vidas das mulheres. No Brasil, neste ano de 2017, diante dos retocessos em direitos trabalhistas e previdenciários impostos pelo governo golpista de Michel Temer, o 24 de abril é dia de ir às ruas para dizer: #NãoÀReformaTrabalhista #AposentadoriaFica #TemerSai #MulheresRumoÀGreveGeral.

O 24 de abril deste ano reúne, aqui no Brasil, um esforço ainda maior de diálogo sobre a conjuntura de ameaça constante da dignidade da classe trabalhadora, especialmente das mulheres que, se aprovada a reforma da previdência, pec 287, pagarão um preço muito alto desde o aumento da idade para se aposentar, como maiores dificuldades para ter acesso à previdência social. Neste esforço, diversas ações serão realizadas em todo o Brasil. E no Rio Grande do Norte, a agenda está repleta de muita intervenção e diálogo das mulheres com a população.

Em Upanema, Caraúbas, Grossos e Apodi haverá panfletagem e roda de conversa sobre a Reforma da Previdência em escolas e postos de saúde de diversos assentamentos e comunidades rurais. Em Tibau, além da panfletagem na RN 013, Km 07, a participação no programa de rádio da cidade. Em Currais Novos, colagem de lambes e conversa na feira. Na capital, Natal, as mulheres farão batucada e debates no IFRN e na UFRN e panfletagem no shopping Midway. Já em Mossoró, as militantes farão uma rádio praça com intervenções e panfletagem, às 15h na praça do Mercado Central.

Além das panfletagens e debates, a proposta dos comitês da MMM do RN é de ocupar principalmente as rádios para falar das reformas e fazer o chamamento para a greve geral que ocorrerá em todo o Brasil nesta sexta 28.

“Essas reformas propostas por Temer são ataques neoliberais que atingem diretamente os nossos direitos e as mulheres estão atentas e na luta constante contra a reforma da previdência e trabalhista e contra o governo golpista. Sem dúvidas, o 24 de abril acumulará forças nos locais para as mobilizações nacionais rumo à greve geral.”, é o que diz Cláudia Lopes, militante da Marcha Mundial das Mulheres de Mossoró.

Veja a programação completa do 24 de abril da MMM no RN:

Upanema:
7:00 às 8:00 – Panfletagem na Feira Livre
8:00 às 9:00 – Panfletagem e roda de conversa sobre a Reforma da Previdência no Posto de Saúde do Conjunto
16:00 – Fala no serviço de som da Igreja São Pedro no PA Nova Vida

Caraúbas:
Panfletagem nas escolas e Posto de Saúde da Comunidade Mariana e Boágua

Tibau:
Panfletagem na RN 013, Km 07
10:00 – Participação no Programa de Rádio

Areia Branca:
Panfletagem na escola, Igreja e Posto de Saúde da Praia Ponta do Mel

Apodi:
Panfletagem no PA Palmares, nas Comunidades Melancia e Mansidão, e nos Sítios Trapiá e Queimadas

Currais Novos:
Manhã: Colagem de lambes e conversa na feira, no centro

Mossoró:
15:00 – Rádio Praça com intervenções e panfletagem, na praça do Mercado Central

Natal:
09:00 – Colagem de lambes, na UFRN, DCE
16:00 – Batucada e roda de conversa sobre Reforma da Previdência no IFRN Central, nas Rocas
17:00 – Panfletagem no Cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira (Shopping Midway Mall)
19:30 – Roda de conversa sobre Reforma da Previdência, na UFRN, DCE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s