Governo de Seul deporta militante da MMM Internacional que iria participar de ato contra o G20

A militante Bernice Joanna Coroação, representante da MMM Internacional, viajou a Coréia do Norte a convite da Aliança de Mulheres da Coréia (KWA), representando organizações de trabalhadores com o intuito de participar da ação anti-G20.

Porém, Bernice nem chegou a sair do aeroporto e foi impedida de desembarcar totalmente.

A militante iria discutir o impacto do neoliberalismo na vida das mulheres trabalhadoras nas oficinas que compõem a ação pela justiça de gênero nos dias 8 e 10 de novembro. Além também de participar da ação de protesto no dia 11.

“O governo sul-coreano e os governos do G20 tem se apresentado não apenas como violadores dos direitos econômicos, mas também do direito político”, disse Jean Enríquez, coordenadora da MMM-Filipinas.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s