Comunicar quando? Já! Rede de comunicadores da ASA Potiguar

Imagem

Semana passada, aconteceu em Natal, o encontro de comunicadores da ASA Potiguar na sede do SINAI – Sindicato dos Servidores da Administração Indireta do RN. O encontro reuniu por dois dias comunicadores populares, Coordenação Executiva (CE), assessoria pedagógica da ASA Potiguar, ASACOM e contou com a valorosa colaboração de Helen Santa Rosa com a experiência da Rede de Comunicadores do Semiárido mineiro.

A recente contratação da maioria dos comunicadores populares das UGT’s potiguares para o P1+2 (Programa Uma Terra e Duas Águas) foi o que motivou o planejamento, que teve como principal objetivo favorecer a construção de uma compreensão sobre a comunicação como estratégia política de intervenção da ASA Potiguar para convivência com o Semiárido.

Ainda dentro das estratégias de nivelamento das informações, foi construída por todo(a)s uma linha do tempo, desde a década de 80 até os dias atuais e assim se pode acompanhar toda a trajetória histórica tanto da ASA Potiguar quanto da ASA Brasil e ver como se deu a sua prática de comunicação, o que trouxe ao grupo inúmeros referenciais históricos.

Como o Rio Grande do Norte receberá em 2015 o IX Encontro Nacional da ASA – EnconASA, um dos pontos altos do encontro foi a troca de experiências com a comunicadora popular Helen Santa Rosa da ASA Minas, visto Minas Gerais ter acolhido em 2012 o VIII EnconASA. Esse foi um momento muito rico, que mostrou inúmeras estratégias de comunicação para a quebra do esteriótipo da miséria, da pobreza, do feio, para a ideia do quanto pode ser bonito, sustentável, agroeocológico viver no semiárido.

Com o grupo dividido por território, foi chegado o momento de se pensar as fortalezas, oportunidades, fraquezas e ameaças relacionadas à comunicação, o que propiciou um rico debate e deu os elementos para o planejamento das ações da comunicação, definindo as estratégias e prioridades para fazê-la dialogar com o sonho de um semiárido diferente.

O momento foi importante para articular a rede de comunicadores populares no fortalecimento da comunicação como estratégia política na disputa pela construção de um projeto de um novo mundo, de vida digna no semiárido. Numa disputa contra-hegemônica, a comunicação que também nada contra a corrente, é uma forma de lutar: Comunicar quando? Já!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s