CARTA DE AGRADECIMENTO DA MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES ÀS INSTITUIÇÕES PARCEIRAS PELO APOIO ÀS MARGARIDAS DO RN

         11911016_1234765939882959_804583525_n

Quando nós do Centro Feminista 8 de Março e da Marcha Mundial das Mulheres decidimos levar 400 mulheres rurais, urbanas, de todas as idades de Mossoró e região para a V Marcha das Margaridas em Brasília, sabíamos dos muitos desafios que enfrentaríamos desde a mobilização e formação até à garantia de bem estar das mulheres em todo o trajeto para que as decididas, como são chamadas as Margaridas na canção oficial do movimento, pudessem, lutar por políticas e direitos sociais.

Mobilização de massas que pauta e conquista melhorias para as mulheres do campo, das águas e das florestas, assim como para todo o país, em sua quinta edição, a Marcha das Margaridas reivindica reformas estruturais: agrária, tributária e política, soberania e segurança alimentar, democracia e participação popular com paridade, enfrentamento e o fim da violência sexista, direito a autonomia dos corpos e vidas das mulheres, políticas públicas que promovam a dignidade de viver e produzir nos territórios e a igualdade para todas as pessoas. São muitas as bandeiras, muitas as vozes. Os 08 ônibus com 400 militantes da Marcha Mundial das Mulheres fez grande diferença. Foi com garra e ousadia que nos unimos às mais de setenta mil mulheres nas ruas de Brasília.

11891149_696776660421938_6727188777911771075_n

A ousadia das Margaridas aqui foi possível porque não só nós, mas outras pessoas acreditaram, outras instituições apostaram e, neste espírito de unir as mãos, arregaçar as mangas e ampliar e fortalecer as lutas acreditando na força da auto organização das mulheres para mudar o mundo e na mudança do mundo para mudar a vida das mulheres, agradecemos a todas as instituições que colaboraram conosco para que as decididas pudessem escrever com suas próprias mãos suas histórias e na história do país a esperança de dias melhores para todas e todos.

11909639_1235200186506201_748245347_n

A construção de 1.200 creches em comunidades rurais, ampliação de políticas de combate à violência contra as mulheres com patrulhas móveis e formação de promotoras legais populares pelo PRONATEC, apoio à produção das mulheres em seus quintais, a construção de 100 mil cisternas até 2018  para dar acesso à água e o reconhecimento das pescadoras como trabalhadoras e não apenas apoiadoras da pesca garantindo que sejam seguradas na Previdência Social e o debate do PRONARA, Programa Nacional de Redução do Uso de Agrotóxico e ampliação do crédito fundiário são alguns compromissos assumidos pela presidenta em resposta à Marcha das Margaridas.

Tanto nós mulheres, como as instituições Sertão Verde, Terra Viva, Coopervida, AACC, Chapéu de Couro, Asa Potiguar, UERN, SEAPAC, FETARN, DIACONIA, EMATER, Caritas Caicó, ATOS, STTR Apodi, CPT e o Mandato Popular de Lilia Holanda que contribuíram diretamente para que fôssemos à Marcha das Margaridas temos a responsabilidade de seguirmos na luta para que os compromissos sejam cumpridos e para que possamos avançar nas mudanças e na construção do país que queremos.

Com grande e sincero agradecimento,

Centro Feminista 8 de Março

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s