Nota Pública do Centro Feminista 8 de Março sobre mudança Ministerial da SPM e SPIR

logo10dias

Desde a sua criação, em 1993, o Centro Feminista 8 de Março trabalha todos os dias com mulheres do campo e da cidade no combate às desigualdades que enfrentamos na sociedade patriarcal que vivemos.

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), criada em 2003, vem sendo, desde então, grande aliada e instrumento de muita importância para que mulher seja sujeita de sua própria história dentro do processo de desenvolvimento social, econômico, político e cultural do país e, assim, da mesma forma, cremos ser a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (SPIR) na construção de um Brasil mais justo, igualitário e democrático.

A criação da SPM/PR e da SPIR foram decisões políticas que fizeram o necessário reconhecimento da desigualdade secular de gênero e  de raça no Brasil. Essas desigualdades persistem e são ainda maiores nas zonas rurais e periferias. As políticas públicas específicas contribuem na luta contra o abismo que separa homens e mulheres, brancos e negros no país e possibilitaram organização e fortalecimento das/os sujeitas/os para mudanças concretas na vida de milhões de brasileiras e brasileiros.

Interromper este processo de mudança, sabendo que muito ainda precisa ser feito, diante de toda a conjuntura de aumento do conservadorismo classista, patriarcal e racista pela qual passamos atualmente, representa um retrocesso doloroso. Ambas as secretarias são de relevância indiscutível no que se refere ao rumo Brasil que queremos.

Se vivemos momento de crise nacional e internacional não é com a redução da SPM e SPIR que se resolverá a crise brasileira. Somos cientes de que a mudança ministerial de redução da SPM e da SPIR aprofundará as desigualdades em nosso país.

É a atuação conjunta do Estado com a sociedade civil organizada que pode construir uma nação onde as mulheres vivam com autonomia e dignidade e onde a população negra siga sendo valorizada e reconhecida como sujeitos políticos demandantes de políticas específicas rumo à igualdade.

Por um Brasil mais justo e igual, seguiremos em Marcha até que todas sejamos livres!

 

Centro Feminista 8 de Março,

22 de Setembro de 2015, Mossoró/RN.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s