Em Natal, encontro reunirá mulheres de dez Estados para fortalecer o feminismo e a convivência com o semiárido

mulheres do semiárido tag 1

Nos dias 6, 7 e 8 de novembro acontecerá em Natal, RN, o encontro “Mulheres do Semiárido e a Construção de Tecnologias Sociais de Convivência”. 120 mulheres dos 10 estados do semiárido brasileiro se encontrarão para a troca de conhecimentos e experiências a partir de suas vivências nos quintais produtivos e/ou com as tecnologias sociais em seus territórios. O encontro tem a realização do Centro Feminista 8 de Março – CF8 e Articulação Semiárido Brasileiro – ASA, com o patrocínio da Fundação Banco do Brasil, Ministério do Desenvolvimento Social e o co-financiamento da União Europeia.

No encontro estarão presentes agricultoras e experimentadoras, estudantes, professoras, militantes dos movimentos de mulheres e movimentos sociais em uma programação que contará com mesas de debate, rodas de conversa e intervenções culturais. “Este encontro vem sendo desejado e pensado desde a reunião de mulheres do último ENCONASA [encontro nacional da ASA, que aconteceu em 2015, em Mossoró]”, conta Ivi Aliana, do Centro Feminista, e complementa: “Vai ser um momento para refletir a produção dos quintais e a autonomia das mulheres nesses espaços geradores de vida e renda, dialogar a partir dos desafios e das conquistas das mulheres do semiárido e pensar as perspectivas para a atual conjuntura.

As políticas de convivência desenvolvidas nos últimos anos vêm mudando a realidade do semiárido e as mulheres protagonizam este processo. Glória Araújo, da ASA, explica que: “com as políticas públicas, as mulheres tem acessado e gerado renda promovendo o bom manejo da água, das sementes, da biodiversidade local, a produção de alimentação saudável e, concomitantemente, é preciso pensar e agir na perspectiva não só de produção mas também de enfrentamento da violência, de divisão justa do trabalho e de participação política. A mulher tem protagonismo e força e isso nos faz afirmar que não há convivência sem as mulheres, sem feminismo não há convivência”.

Dona Alvani Pereira, Upanema RN. Foto de Wigna Ribeiro

Mulheres do Semiárido também será parte da preparação para o IV Encontro Nacional de Agroecologia – ENA, coordenando pela Articulação Nacional de Agroecologia – ANA, com o lema “Agroecologia e Democracia unindo campo e cidade” entre 31 de maio e 3 de junho de 2018, na cidade de Belo Horizonte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s