Mulheres fazem manifestação pública contra impunidade de caso de estupro em Mossoró

WhatsApp Image 2018-10-10 at 12.03.22

Nesta quarta, 10/10, mulheres de movimentos e organizações feministas, junto a representantes do Conselho Tutelar e do Centro de Referência de Combate à Violência Contra a Mulher, manifestam repúdio à absolvição do empresário Zenilson Menezes pelo estupro de uma adolescente. A manifestação se concentrou em frente ao Hospital Almeida Castro, local onde acontecia a inauguração do Centro de Referência Flor de Lotus, rede integrada de acolhimento às mulheres em situação de violência.

Camila Paula, da Marcha Mundial das Mulheres e Centro Feminista 8 de Março, alertou sobre a não normalização da violência e, por isso, a importância de não haver impunidade e contestou a decisão.

WhatsApp Image 2018-10-10 at 12.03.22 (1)

Fernanda Queiroz do Núcleo Estudo da Mulher (NEM), afirmou que as mulheres seguirão acompanhando o caso e que a adolescente não ficará desamparada.

Ao som de palavras de ordem, as mulheres deixaram o recado: “se tem violência contra a mulher, a gente mete a colher”.

A parceria de movimentos, organizações da sociedade civil e instituições públicas de defesa da mulher anunciam mais força no enfrentamento da violência e luta por direitos.

WhatsApp Image 2018-10-10 at 12.03.22 (2)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s