Capacitação em artesanato fortalece a economia feminista e solidária

DSC_0658Foi realizada entre os dias 25 a 27 deste mês uma capacitação em artesanato de palha com mulheres do projeto “Mulheres em rede fortalecendo a economia feminista e solidária” (Entre a terra e o mar), desenvolvido pelo Centro Feminista 8 de Março em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e a Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES).  A atividade aconteceu na sede do grupo Mulheres em Ação, no bairro Nova Vida, e teve a participação de 20 mulheres integrantes de grupos de economia solidária das cidades de Apodi, Mossoró, Porto do Mangue, São Rafael, Tibau e Upanema.

“Esta atividade vai contribuir de varias formas, vou ter uma renda familiar e vou poder trabalhar a matéria-prima da minha própria comunidade”, explica Francisca de Lima (Dona Tica), de Apodi. “Minha comunidade tem muitas mulheres que não têm salário e que têm uma renda através dessas atividades, por isso que é muito gratificante” complementa.

Para Valdirene da conceição (Valda), também de Apodi, a capacitação representou um momento de troca de experiências: “Acho bom porque estou aprendendo e ensinando. E quando chegar à minha comunidade vou poder repassar isso para outras mulheres”.

Francisca Florêncio (Dona Morena), de Porto do Mangue, afirma que a atividade contribui para a autonomia financeira das mulheres: “eu tinha muita vontade de fazer esse curso com palha e estou adorando. Espero aprender para poder repassar e futuramente ganhar dinheiro através desse artesanato, para que eu possa ser mais independente”.

A artesã Elizabete de Souza, da Associação de Projetos Vencer Juntos (APROVEJ) de Aracatí (CE), uma das ministrantes da capacitação, explica que: DSC_0652“a renda é muito boa para quem trabalha com essa técnica. Se elas fizerem uma peça por dia já dá para ter um bom lucro. O mercado para esse tipo de peça é ótimo”.

De acordo com Glisiany Plúvia, técnica do Centro Feminista 8 de março, a capacitação “foi muito boa, as mulheres se dedicaram bastante. E era uma coisa que elas queriam muito. As peças ficaram ótimas. Isso as deu muita motivação para continuar as atividades nas suas comunidades”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s